terça-feira, 12 de agosto de 2014

Marcas e Produtos - Toddynho - Segundo o comunicado, análises químicas realizadas pela companhia identificaram a presença da bactéria.

Toddynho 
PORTO ALEGRE – A Pepsico, fabricante do achocolatado Toddynho, confirmou, nesta terça-feira, que oito mil unidades do produto, fabricadas no dia 2 de junho e com validade até 29 de novembro, estavam contaminadas com a bactéria Bacillus Cereus que provoca intoxicação alimentar. A informação foi repassada ao serviço de Vigilância Sanitária da Secretaria da Saúde de Porto Alegre no início da tarde.

Segundo o comunicado, análises químicas realizadas pela companhia identificaram a presença da bactéria. O bacilo surge, em geral, devido ao resfriamento inadequado de alimentos e pode causar enjoos, vômitos e diarreia. Segundo a Pepsi, duasmil unidades do produto contaminado já haviam sido localizadas e recolhidas na rede de estabelecimentos comerciais de Porto Alegre e da região metropolitana abastecidas pela companhia.

Em comunicado distribuído à imprensa na segunda-feira, a Pepsi reconhecia alteração nos padrões de controle de qualidade e erro na distribuição do lote, que estava bloqueado no centro de distribuição. Também admitia ter havido falha no descarte do produto, que estava fora de especificação bacteriológica.

As unidades do lote GRU L 15 não devem ser consumidas, frisou a empresa. A decisão de recolher a bebida foi tomada após dois consumidores relatarem, há duas semanas, alterações no sabor do achocolatado e problemas de saúde após o consumo. A Secretaria Estadual da Saúde gaúcha recolheu amostras do produto para análises químicas, que ainda não foram concluídas.

Veja noticia completa na fonte da matéria -  Click

Consultoria de Marketing para micro empresas - Click


Nenhum comentário:

Postar um comentário